26 julho 2011

A tocadora e o lagarto

O lagarto é uma das primeiras figuras de barro que me lembro de ter tido, juntamente com os bois, os músicos, os pássaros, as ocarinas... todas trazidas da feira de Barcelos, alinhavam-se em casa, umas atrás das outras, a colecção crescia e a minha admiração também. Sempre que vinha de férias para casa da avó, ele lá estava, à espera, na prateleira da cómoda que lhe reservaram e apenas saía de lá para as brincadeiras, algumas perigosas, como aquela que lhe partiu o rabo. Nunca mais vi um lagarto assim, verde, que enrola o rabo, apesar de colado e ainda por cima assobia! 
A primeira imagem é de uma peça da artesã Rosa Ramalho, a mãe criadora de um mundo à parte da olaria, o do figurado, um mundo maravilhoso em que os animais, as pessoas e os bichos sabem e convivem em harmonia. O lagarto pode bem ser uma obra sua, se não for, é com certeza de um dos muitos que aprenderam com ela.
.....                                                                           
Procurar uma caneca para expor no novo espaço, pode causar o improvável, fazer sair os monstros que temos escondidos no armário... e descobrir que são muitos...

4 comentários :

  1. Mais uma colecção fabulosa! E que mimo que é o menino na caminha! :-)

    ResponderEliminar
  2. Olá Maria, obrigada! É um menino Jesus do falecido Mistério.

    ResponderEliminar
  3. oh não ficou o meu comentário ? demora muito tempo este teu sistema !
    bonita colecção, em resumo ... :-)

    ResponderEliminar