Quem ama cuida

12 março 2016


O ambiente que nos rodeia, os nossos interesses, necessidades e gostos, ditam muitas das vezes as peças que criamos. 

Condicionada que estou pela mania de transportar comigo, para onde quer que vá, a máquina fotográfica, o caderno de apontamentos, o porta-moedas, o telemóvel, as chaves de casa, os muitos lenços de papel, o livro que ando a ler, as canetas, o novelo e as agulhas... e o que mais encontro pelo caminho, sou forçada a usar um saco grande, sempre.

Gosto de livros. particularmente dos meus, aqueles que escolho, os que me oferecem porque sabem que irei gostar, dos que acarinho pelas dedicatórias que guardam, dos que já comprei apenas por uma capa bem desenhada, dos especiais que tenho em mais do que uma edição, daqueles que me marcaram para a vida e dos que ficararão comigo até à morte.

Meus ou não, cuido-os a todos. Andar com eles protegidos evita que se dobrem as capas e ainda facilita arrumar as canetas e os lápis, que assim não andam soltos.

As primeiras são de 2013 e delas já só restam as imagens de arquivo.
...

Esta CAPA foi feita a pensar em mim e nos meus livros, mas aceitam-se encomendas!

Sem comentários:

Publicar um comentário