Em busca dos sabores perdidos II

09 abril 2011






São nabinhos especiais, cultivados pelo meu pai e apanhados da terra pela M. Cozidos juntamente com as folhas e os próprios grelos e apenas acompanhados com vinagre e um fio de azeite, são uma delícia. Chegou da aldeia feliz da vida, por lá ir poucas vezes e tudo ser tão novo para ela, mas também porque se sente bem e apesar da distância àquele meio mais rural, sente-se em casa, quando vem de lá só fala em voltar. Além das aventuras do dia, trouxe um ramo, atado com um fio de erva, flores de couve, trevos, o que encontrou!
Depois, uma mousse de maracujá de conserva, a confirmação de que certas frutas, não sendo a época delas o ideal é mesmo esperar... a esta polpa falta-lhe o aroma e a acidez, apesar das sementes, falta-lhe tudo o que é verdadeiro, quando os encontrar, frescos, à venda no mercado, vou voltar a repetir a receita.

Sem comentários:

Enviar um comentário