Espraiar

20 junho 2017

























Foi há duas semanas atrás numa praia mais ao norte, com um mar ainda de Inverno, mas sem nortada nesse dia.

Depois de alguns anos sem fazer praia e com um défice de vitamina D, que no ano passado me causou um susto só superado por doses suplementares disponíveis em frascos, houve que reaprender toda uma cerimónia, que neste caso se resume a pouco pois reduzo tudo ao minimamente essencial.

Sem o vestuário púdico. próprio da época, usado pela minha bizavó Valentina em 1927, numa praia bem perto desta em Esposende e sem pudor em mostrar o que pode ser uma verdadeira sensação de prazer. 

Mesmo não ultrapassando as 4h de praia posso dizer que já estive de férias. Agora espero ansiosamente por mais.

Sem comentários:

Enviar um comentário