15 junho 2010

Um quintal

































Entrei porque me íam oferecer limões e ovos caseiros, mas encontrei muito mais do que apenas isso. É um quintal pequeno, mas cabe o mundo lá dentro. Um privilégio que não toca a todos, um quintal no meio da cidade. Já foi há uns dias, os garnisés já devem ter nascido, tenho de lá voltar...

6 comentários :

  1. Que delícia, este quintal e este blog. Vai para os meus favoritos, já!! E será ponto de passagem diária - obrigatório!

    Beijinhos,
    Catarina (violeta from portugal)

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigada pelas tuas simpáticas palavras. Então até breve :- )

    ResponderEliminar
  3. E também gosto muito da fotografia da galinha com os ovos!
    Tenho saudades da generosidade do povo português...

    ResponderEliminar
  4. Este é realmente um desses exemplos, mas ainda hoje tive uma má experiência, de antipatia e pouca vontade de partilhar. Alguém levou a mal eu estar a fotografar na rua...

    ResponderEliminar
  5. Sim? Mas a rua é pública! Aqui não te levavam a mal, aqui pensavam que eras terrorista. Recentemente vi uma senhora na rua com uma t-shirt a dizer "I'M A PHOTOGRAPHER, I'M NOT A TERRORIST"

    ResponderEliminar
  6. A situação de hoje merecia uma t-shirt dessas, só que não sou fotógrafa, só gosto de fotografia. Gosto muito das tuas fotografias, então das últimas, são de uma enorme beleza!

    ResponderEliminar