A Tia Verde Água

14 abril 2010





A história "Os dez anõezinhos da Tia Verde Água", é uma das muitas de um dos quatro  volumes  dos "Contos tradicionais Portugueses". As ilustrações são da Maria Keil e são lindas. A história trata de uma dona de casa, que tudo faz para agradar o marido, tentando assim evitar as sovas diárias, justificadas pela sua falta de empenho na lide doméstica. A mulher recorre à sabedoria da vizinha, a Tia Verde Água, que lhe cede dez anõezinhos, nas suas palavras, muito arranjadores. Para que a ajudassem ela teria que, logo pela manhã, fazer a cama, encher o cântaro de água, varrer a casa, cozinhar e dobar as meadas, tudo antes do marido chegar. Sem que desse conta dos anõezinhos o trabalho ía correndo de feição e o marido pasmava-se de a ver tornar-se tão arranjadeira e limposa. Correu a agradecer à Tia Verde Água, pedindo-lhe que os deixasse lá ficar, esta chamando-lhe tola perguntou-lhe se ainda não os tinha visto, que olhasse então para as suas mãos, os teus dedos é que são os dez anõezinhos. Eram outros tempos. por isso estes são, " Os outros anõezinhos da Tia Verde Água", com funções que não são com toda a certeza as de limpar a casa, muito menos para agradar a maridos machistas. São anõezinhos brincalhões, ajudam as mães e os pais a criarem brincadeiras com os filhos. Mudam-se os tempos mudam-se as vontades.

4 comentários :

  1. ADORO os fantoches, que ideia tão gira e simples.

    ResponderEliminar
  2. Obrigada, é bom receber um elogio da tua parte.

    ResponderEliminar
  3. These are wonderful! Found you via Rosa's Tumblr. A great idea!

    ResponderEliminar